Quem é Jonas?

Não é segredo nenhum que se você entrou no meu site certamente está em busca de saber mais sobre mim, minha carreira, os serviços que ofereço e como posso lhe ajudar.

Então vamos direto a isso

O Começo

Apaixonado por tecnologia desde cedo, meu grande sonho infantil era trabalhar com tecnologia robótica. Entretanto, com a realidade do mundo acabei direcionado para o amor pela informática.

Aos 13 anos consegui meu primeiro computador próprio, um Pentium 4 com 256 MB de memória RAM, um hardware já ultrapassado para a época. Mas como eu era uma criança pobre e aquilo já excedia quaisquer expectativas que eu pudesse ter aquele foi meu hardware principal pelos próximos dois anos.

Como não podia pagar por uma conexão à internet, iniciei minhas pesquisas em horas esparsas na lan House do bairro até descobrir uma solução. Na época comentava-se muito sobre as vulnerabilidades do novíssimo padrão de redes sem fio WEP (Wired Equivalent Privacy) e sobre como redes sem fio eram fáceis de se invadir por meio destas brechas com o uso de duas ou três ferramentas e um sistema apropriado para tal. Eu tinha 13 anos então tinha tempo para dedicar, uma cabeça maleável a acreditar e conhecimento de que no meu bairro haviam redes sem fio corporativas que certamente me poderiam servir como fonte.

4 dias depois depois lá estava eu com uma antena Aquario de 25 DBI que minha mãe gentilmente me forneceu depois de muita perturbação, dois softwares de gerenciamento de redes para Windows, 3 DVDS repletos de videoaulas sobre redes e sistema Linux, e um pen-drive com o lançado a menos de um ano Backtrack Linux (Posterior Kali Linux exibido até mesmo na série MR. Robot e suas preciosas ferramentas de invasão e pentest.

Duas semanas depois eu dominava redes com e sem fio, entendia bastante de ambientes Linux e tinha acesso a uma rede corporativa de uma empresa de ônibus do bairro que apenas instalou roteadores sem fio, sem se preocupar muito com a segurança dos dados ou da rede. Rede esta que usei pelos próximos 2 anos para estudar, consumir conteúdo e enfim vender meu primeiro website, um sistema integrado ao WHMCS para um amigo que ia revender hospedagens para sites.

Como eu era iniciante, no entanto, obviamente meus rastros pela rede da empresa eram bem óbvios e foram detectados. E numa espécie de caça entre gato e rato eu fui aprimorando meus conhecimentos em sistemas Linux, em redes e em padrões de invasão.

Aprendi a clonar um mac address de uma rede externa a minha, aprendi a capturar e descriptografar pacotes de redes, tomei gosto pelas tecnologias envolvidas em todo o processo. E isso obviamente direcionou toda a minha carreira.

Aos 16 anos eu já vivia de vender sites pela internet, a conhecidos, amigos e pequenos empresários locais. Além é claro de fornecer o serviço de configuração de suas redes wi-fi internas.

Legal, Mas… E A sua carreira?

Com o início da minha vida adulta eu não podia mais viver de pequenos trabalhos que pagavam esporadicamente. Então, me voltei ao mercado comum, já que na época a formação curricular em uma universidade era algo primordial para se trabalhar com TI.

6 meses depois de ingressar no meu primeiro emprego eu fui promovido a área de suporte técnico, graças a visão do meu então gestor que acreditou em mim e na paixão com a qual eu falava e vivia tecnologia. Mais 4 meses depois e eu mudava de empresa, dessa vez para trabalhar como desenvolvedor back-end em uma das grandes players do setor de telemarketing do país.

Por fim, finalizei minha breve carreira no mercado de trabalho formal como empregado CLT em uma pequena software-house que distribuía tecnologias assistivas para pessoas cegas e ou com baixa visão, sendo a mais notável delas o leitor de telas Jaws Screen Reader , pelo qual eu era responsável pela localização, compilação, suporte e implementação de scripts customizados.

Foi também graças a essa empresa que pude ter contato com os maiores players de desenvolvimento de software do mercado, palestrar em duas das maiores empresas de tecnologia do mundo e participar de projetos em conjunto com prefeituras, governos estaduais e governos federais.

Em 2017 saio desta empresa e decido iniciar minha carreira como trabalhador autônomo, visando um estilo de vida um pouco menos regrado e uma autonomia maior nos projetos que executo. E pode-se dizer que tive absoluto sucesso.

Em menos de 5 anos já se somam mais de quinhentos projetos na Workana , mais de 100 projetos no 99 Freelas , também mais de 100 projetos no Upwork, além de muitos clientes não rastreáveis, projetos recorrentes e clientes diretos.

Ok, Mas, O Que Exatamente Você Faz?

Basicamente hoje em dia trabalho com gestão de servidores Linux e gestão de ambientes Linux na nuvem. Configuração, gestão, recuperação, migração, otimização e mais quaisquer ãos que se apliquem.


Se você precisa subir um sistema simples em um servidor VPS, sou eu o cara.

Se você precisa orquestrar uma rede complexa de containers Kubernetes em um ambiente multi environment como Google Cloud, Amazon AWS ou Microsoft Azure sou eu o cara.

Se você precisa otimizar a sua aplicação que roda em um servidor Linux dedicado e está com um desempenho sofrível, acredite, eu sou o cara.

Se você precisa de qualquer coisa ligada a servidores Linux sejam eles offline ou online, em ambiente cloud ou simples, embarcados ou totalmente virtualizados, acredite, eu sou o cara.

Entre em contato pelo Formulário de contato , exponha suas necessidades e eu lhe retornarei o mais breve possível.